Partograma e Parto Distócico

PARTOGRAMA

O partograma é a  representação gráfica do trabalho de parto que permite acompanhar a sua evolução, documentar, diagnosticar alterações e indicar a tomada de condutas apropriadas para a correção de desvios, evitando, assim, intervenções desnecessárias. Inclui os Batimentos Cardio-fetais (BCF), integridade da bolsa das águas (ROTA ou ÍNTEGRA), características do líquido amniótico (CLARO ou COM PRESENÇA DE MECÔNIO), dilatação do colo, descida da apresentação (plano de De Lee), frequência das contrações e medicamentos e fluidos infundidos.

PREENCHIMENTO DO PARTOGRAMA

  1. O primeiro registro do partograma deve ser feito no início da fase ativa (mínimo de 03 cm de dilatação e contrações regulares – 2 a 3 em 10 min);
  2. Após o primeiro registro de dilatação, traça-se a LINHA DE ALERTA (indica-se uma coluna (1 hora) após a 1ª e 1 cm acima de dilatação);(ver imagem)
  3. A LINHA DE AÇÃO é traçada imediatamente 4 horas após a linha de alerta; (ver imagem)

Registo da linha de ALERTA e de AÇÃO no partograma.

4. A dilatação cervical é representada por triângulos e a descida da apresentação por uma circunferência;

5. A dilatação está representada à esquerda em centímetros e a altura da apresentação, à direita, segundo o Plano de De Lee;

6. Os toques vaginais (TV) devem ser feitos de acordo com a progressão do parto (a cada 2 horas ou mais), não sendo esquecido o seu registro com a hora correspondente.

7. Nos TVs devem ser avaliadas as condições do colo uterino (dilatação e esvaecimento), altura e variedade da apresentação e integridade ou não da bolsa;

8. Deve-se atentar também para a avaliação das contrações e dos BCF.

CARACTERIZAÇÃO DO PARTO DISTÓCICO (DISFUNCIONAL)

A identificação das distócias é feita pela observação da dilatação cervical e da descida da apresentação:

  • FASE ATIVA PROLONGADA: manifesta-se com dilatação progressiva, porém LENTA DEMAIS, com velocidade inferior a 1cm/hora. Perce-se que a dilatação ultrapassa facilmente a linha de alerta, podendo chegar à linha de ação. Na maioria das vezes a causa decorre das CONTRAÇÕES INEFICAZES DO ÚTERO, podendo ser corrigida com a administração de ocitócitos e, às vezes, amniotomia.

  • PARADA SECUNDÁRIA DA DILATAÇÃO: caracteriza-se pela persistência da MESMA DILATAÇÃO evidenciada por dois TVs sucessivos com intervalo de 2 horas ou mais estando a parturiente em trabalho de parto ativo. Pode atingir as linhas de alerta e ação e tem como principal causa a DESPROPORÇÃO FETOPÉLVICA. É frequentemente associada à sofrimento fetal.

  • PERÍODO/DIVISÃO PÉLVICO/A PROLONGADO/A:  distingue-se pela DESCIDA LENTA DA APRESENTAÇÃO. Resulta principalmente da INEFICÁCIA DAS CONTRAÇÕES UTERINAS. Pode ser corrigida pela administração de ocitocina, realização de amniotomia ou utilização do fórcipe.

  • PARADA SECUNDÁRIA DA DESCIDA: caracteriza-se pela PARADA DA DESCIDA DA APRESENTAÇÃO MESMO O COLO ESTANDO COM 100% DE DILATAÇÃO no intervalo mínimo de 1 hora. A principal causa é a DESPROPORÇÃO FETOPÉLVICA.

  • PARTO TAQUITÓCICO/PRECIPITADO: é o trabalho de parto no qual a dilatação cervical e descida/expulsão do feto ocorrem em um período de  4 horas ou menos. Neste caso, o útero é hipercinético e pode ocorrer sofrimento fetal, visto que no momento da contração o nível de oxigênio é diminuído para o feto. Esse tipo de parto pode ocorrer espontaneamente ou pelo uso indiscriminado de ocitócitos.

Diante disso, entende-se a relevância do preenchimento correto do partograma, bem como sua interpretação. Pois ele constitui um grande instrumento de rastreamento das dificuldades  na evolução do trabalho de parto, reduzindo o risco de mortes perinatais e a incidência de parto prolongado. Além disso, o correto preenchimento do partograma serve de defesa do profissional de saúde (médico ou enfermeiro) em questões jurídicas.

Bons Estudos!!!

por Simone Ferraz

REFERÊNCIA:

REZENDE, J. Obstetrícia Fundamental. 11ª ed., Guanabara Koogan, 2008

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s